A 17ª conferência do Observatório internacional da democracia participativa acontecerá em Montreal!

QUANDO?

A conferência internacional acontecerá de 16 a 19 de junho de 2017.

O ano de 2017 marca o 15º aniversário da Entidade de Consulta Púbica de Montreal (da sigla OCPM em francês, doravante ECPM em português) e o 375º aniversário de Montreal. Nesta ocasião lhes convidamos a festejar a vivacidade da cidade de Montreal: sua história e seu patrimônio, seus espaços, seu povo e suas realizações.

ONDE?

A conferência ocorrerá no Cœur des sciences (centro de ciências) da Universidade do Quebec em Montreal (UQÀM) situado na rua Sherbrooke Oeste, número 200, próximo da estação de metrô Place-des-Arts em Montreal, na província de Quebec no Canadá.

Montreal é uma cidade fantástica com reputação por sua diversidade cultural e seu mundo de sabores. Situada em uma ilha no meio do rio St-Laurent, a cidade conta com mais de três milhões de habitantes.

Ela também é a maior cidade francófona fora da França, sendo uma mistura perfeita de energia europeia e eficiência norte-americana.  

O QUE É O OIDP?

O Observatório internacional da Democracia Participativa (OIDP), criado em 2001, é uma rede com mais de 500 cidades, organizações e centros de pesquisa permitindo trocar e discutir as etapas da democracia participativa e a participação dos cidadãos.   Para saber mais, acesse: oidp.net.

A cada ano a conferência internacional do Observatório possibilita criar um espaço de troca de experiências e contribui ao enriquecimento das políticas públicas locais.

Consulte o site de OIDP

QUAL SERÁ A QUESTÃO?

O tema da conferência deste ano é a Participação sem exclusão.

  • Como garantir que todas as camadas da população participem nas ações da democracia participativa?
  • Como garantir que não tenhamos grupos excluídos, principalmente os grupos minoritários, os cidadãos menos escolarizados ou que tenham menor acesso à informação?

Estas exclusões nunca são desejadas, entretanto, precisa-se questionar a baixa representação de certos grupos na democracia participativa.

  • Como se resolve esta questão?
  • Como se favorece uma maior participação presencial?
  • Quais ações tomamos para assegurar que as famílias, os jovens, os migrantes e os idosos participem?

Em diversas regiões do mundo a participação dos cidadãos na vida democrática não acontece. Geralmente a mudança acontece em nível local, onde começam a surgir os primeiros mecanismos da democracia participativa e as iniciativas educativas que visam à cidadania, deste modo melhorando a vida dos povos. O nível local é adequado para a participação, visto que os cidadãos sentem-se de maneira particular abordados pelas ações das autoridades locais, as quais são ligadas ao seu cotidiano. Desta maneira são desenvolvidas intervenções como o orçamento participativo, o qual agora é difundido em larga escala em vários países da África e da América Latina. 

  •  Quais são as iniciativas com maior êxito para assegurar a contribuição dos cidadãos?
  • Como garantir a continuidade dos mecanismos da democracia participativa apesar das mudanças de administrações?

FEITA PARA QUEM?

A conferência do Observatório Internacional da Democracia Participativa (OIDP) é voltada para qualquer pessoa que deseje trocar ou colocar em funcionamento as experiências da democracia participativa em escala local, assim enriquecendo o processo democrático nos governos municipais.

Alguns elementos da programação serão reservados aos membros do OIDP, como a assembleia geral anual, porém as inscrições para a conferência são abertas a todos.

Inscreva-se em nossa lista de comunicados para ser informado sobre a abertura das inscrições (neste inverno).