O que fazer em Montreal!

O Miradouro do mont Royal

Concebido por Frederick Law Olmstead (o mesmo arquiteto paisagista que concebeu o Central Park de Nova York), o parque “montanha” no coração da cidade é o ponto de referência mais emblemático de Montreal e o local mais popular para tirar um “selfie”. Dirija-se ao Miradouro do Mont Royal em transporte público ou subindo as escadas. No chalé no topo da montanha, os visitantes encontram banheiros e uma pequena cantina para os refrescos. Passe duas horas inesquecíveis!

Os tambores ou “tam-tams” do mont Royal

Até o final de setembro de cada ano

Todo domingo esta festa de percussão gratuita acontece nos vastos espaços verdes ao redor do parque Mont-Royal.

Encontre os “Tam-Tams” ao lado leste do parque Mont-Royal.

As lojas da rua Sainte-Catherine

Entre as maiores ruas comerciais do Canadá, a rua Sainte-Catherine é o lugar ideal para admirar as vitrines e se presentear. Aqui você vai encontrar uma variedade de lojas para todos os gostos.

A cozinha típica de Montreal

Os pequenos restaurantes e uma saborosa cozinha fazem parte da alegria de viver de Montreal. Coma com gosto um delicioso sanduíche de carne defumada. Descubra a razão pela qual os habitantes de Montreal adoram seus “bagels” assados no forno à lenha. (Nota: os “bagels” são mergulhados em água com mel antes de serem assados). Experimente a nossa famosa “poutine”.

Os festivais de Montreal

Vários festivais de Montreal são reconhecidos internacionalmente. Seja qual for a estação do ano, o horário ou temperatura, Montreal apresenta mais de 100 festivais por ano, passando pela música, moda e outros. Os mais importantes acontecem no local dos festivais. Durante sua estadia, teremos os “Francofolies”. Venha viver o clima de um festival realmente único em Montreal!

Desde 1989, os “Fancofolies” de Montreal são um verdadeiro espelho de uma música francófona intensa e viva! Cerca de 70 espetáculos em salões e 180 concertos exteriores gratuitos comprovam uma programação agradável de qualidade, rica em diversidade musical e diversão!

http://www.francofolies.com/default-en.aspx

A centro historico e o Velho Porto

Uma primeira visita a Montreal não fica completa sem um passeio nas charmosas ruas de pavimento redondo no bairro histórico da cidade. Com estilos arquiteturais justapostos que datam muitas vezes de 1685, os visitantes têm a oportunidade de ver literalmente como a cidade começou a se desenvolver. Faça uma parada na basílica de Notre-Dame para admirar seus soberbos vitrais e também para um momento de tranquilidade. A seguir se dirija à histórica Place Jacques-Cartier e sente-se em um terraço, onde terá um lugar perfeito para admirar os artistas de rua e os pintores.

Talvez um pouco de ar fresco seja o que você precisa depois de um longo dia de networking? A área portuária de Montreal é um local pitoresco e fabuloso, onde você poderá admirar o majestoso rio Saint-Laurent , ver os navios gigantes de cruzeiro ou observar o ir e vir dos veleiros, barcos a motor e pedalinhos. Inúmeras coisas também acontecem em terra firme: bistrôs luminosos e seus terraços, lojas e spas de alta classe se caso precisar de uma boa massagem.

O Oratório Saint-Joseph

Não é todo dia que você pode visitar um dos lugares mais populares de peregrinação católica do mundo. O Oratório Saint-Joseph é uma das obras-primas de Montreal: a peça central de uma cidade com suas mil igrejas. O Oratório abriga um magnífico órgão Rudolf Von Beckerath, classificado entre os dez mais prestigiados do mundo.  Há também o imenso domo da basílica com 97 metros, o segundo maior do mundo após aquele da basílica de São Pedro em Roma. Exposições temporárias são oferecidas ao longo de todo o ano. Tome o metrô até a estação Côte-des-Neiges, então suba os célebres degraus do oratório.

A Montreal subterrânea – RÉSO

Montreal possui uma vasta rede subterrânea para os pedestres, a qual conta com exatamente 32 quilômetros de passagens interligadas. Durante os meses de inverno, por volta de 500.000 pessoas circulam todos os dias para chegarem aos escritórios, estações de transporte, lojas e restaurantes. Chamado de RÉSO, este sistema liga o centro do congresso da cidade, dez grandes hotéis e diversos centros comerciais.

Os mercados públicos de Montreal

Os habitantes de Montreal adoram comer. É claro que temos a nossa cozinha local típica, mas uma das melhores maneiras de descobrir a cidade é visitando um dos nossos mercados públicos locais. Com uma vasta seleção de produtos regionais de todo o Quebec, o Mercado Jean-Talon situado no coração do bairro “Petite Italie”, é o maior e com maior diversidade cultural de Montreal. Se preferir uma opção menor, mas também deliciosa, o Mercado Atwater com seu estilo de “Art déco” possui uma grande variedade de produtos especializados, de carnes e embutidos. Além disto, o mercado é localizado ao lado do pitoresco canal de Lachine. Em qualquer lugar, não deixe de provar os sabores da estação como o xarope de bordo (sirop d’érable em francês), os morangos do verão e as maçãs Macintosh do outono.

O Plateau Mont-Royal

As escadas coloridas em espiral do bairro “le Plateau” apresentam uma imagem emblemática de Montreal. Neste bairro você vai encontrar uma comunidade de língua francesa em sua maioria, destacando-se uma mistura eclética de artistas, estudantes estrangeiros e jovens profissionais, juntamente com uma boa dose de outras culturas e idiomas que projetam o quociente de diversidade a um nível ainda mais elevado. Para um panorama do Plateau, caminhe ao longo da avenida do Mont-Royal. Se o dia estiver ensolarado recomendamos fazer como os residentes: faça um pique-nique e relaxe sob as belas árvores do agradável “parque Lafontaine”.

Arredores do Estádio Olímpico

O bairro Hochelaga-Maisonneuve localizado na parte leste de Montreal conta com algumas atrações impressionantes, sendo todas próximas apenas fazendo uma caminhada. Em primeiro lugar o Estádio Olímpico  é uma lembrança grandiosa dos Jogos Olímpicos de 1976, os quais entraram para a história, e sem dúvida é a estrutura arquitetônica mais reconhecível de toda a cidade. Na torre inclinada do estádio (ainda maior que a torre inclinada de Pisa), os visitantes podem pegar o elevador para admirar uma vista panorâmica da paisagem urbana. Encontramos igualmente no bairro o Jardim botânico de Montréal com seu renome internacional, o qual dispõe de instalações sazonais como a famosa festa das lanternas chinesas nos meses de outono. E a última atração, entretanto não menos importante: o Biodôme onde presenciamos cinco ecossistemas abrigando mais de 250 espécies de animais diferentes para o deleite das crianças.

Os museus

Montreal é uma cidade criativa. Os visitantes apaixonados pela arte poderão apreciar numerosos museus e galerias que apresentam obras históricas e contemporâneas. Uma das instituições mais importantes da América do Norte, o Museu de belas artes de Montréal é parada obrigatória para os amantes das artes. Suas múltiplas salas contêm quadros, esculturas, artes gráficas, fotografias, objetos de arte decorativa e a galeria se orgulha de apresentar exposições temporárias de envergadura mundial. Para uma abordagem mais moderna, visite o primeiro museu do Canadá dedicado exclusivamente à arte contemporânea.   O Museu de arte contemporânea dispõe de uma coleção permanente e vários eventos multimídia. Finalmente, o Centro Phi exibe a arte em todas as suas formas.

A basílica de Notre-Dame

Este lugar de culto tem uma beleza rara. Concebido com o estilo neogótico pelo arquiteto protestante irlandês James O’Donnell (ele se converteu ao catolicismo antes de sua morte para ser enterrado aqui) e construído entre 1824 e 1829, o local é uma sinfonia de esculturas em madeira com tetos altos pintados em ouro e com detalhes complexos. Um órgão maciço com 700 tubos reveste o muro de fundo. É de tirar o fôlego!